Vinho e Sushi combinam?

Imagem Ilustrativa

A culinária japonesa está cada vez mais difundida no nosso dia a dia, conquistando cada vez mais adeptos. Tradicionalmente, a comida nipônica nunca foi associada a harmonizações com vinhos. O saquê é invariavelmente a bebida mais pedida nestas ocasiões, quando não água ou suco.

Mas para aqueles apreciadores desta maravilhosa gastronomia que, assim como eu, não abrem mão de tomar vinho, posso afirmar que esta combinação pode ser maravilhosa se observarmos alguns cuidados.

Os ingredientes utilizados como shoyu, wasabi e gengibre, possuem aromas e sabores muito acentuados e que podem complicar muito essa combinação.

As melhores escolhas indicam brancos ou espumantes jovens e de boa acidez.

Para os sashimis e sushis mais tradicionais e delicados, com o uso moderado do wasabi, um Sauvignon Blanc é uma excelente escolha, pelo seu frescor sempre presente. Outras excelentes opções seriam um Riesling pela mineralidade ou um bom vinho verde (região do Minho em Portugal) como um Alvarinho. Ambos são aromáticos, delicados e possuem boa acidez.

Uma das opções que mais aprecio é um espumante jovem e fresco como por exemplo um bom nacional Brut ou Nature, feitos pelo método tradicional, ou claro, um bom Champagne se a ocasião permitir!

Vinhos Rosés mais leves e frescos como os Provence, também ficam muito bem. Observem sempre a regra: para pratos mais leves opte por vinhos mais leves. Os sabores e aromas de um, não podem se sobrepor ao outro.

Os tintos ficam mais difíceis de harmonizar com esta culinária pois os taninos “brigam” com o peixe, especialmente quando cru, tornando o sabor metálico. Mas se você não quiser abrir mão de um tinto mesmo para acompanhar sushi, opte pelos mais leves, delicados e de bom frescor como um Pinot Noir ou os feitos com a uva gamay, como os Beaujolais.

Imagem Ilustrativa

Aqui vão duas excelentes sugestões para harmonizar com sushi e sashimi:
Espumante Cave Geisse Nature  –  Pinto Bandeira – RS –  Brasil  (R$ 115)
Perfeitamente equilibrado sem adição de qualquer açúcar. Este já se tornou um clássico e têm conquistado cada vez mais apreciadores pela sua vocação para a harmonização. Aroma muito fresco, toques tostados, mel, damasco e amêndoas. O paladar é encorpado, com acidez equilibrada, bastante seco. A cor amarelo-palha se mistura com reflexos esverdeados. Perlage intenso e persistente. A classificação ‘‘Nature’’ oferece um nível de qualidade muito alto, pois o fato de não ter adição de açúcar faz com que qualquer possível defeito do espumante se torne muito notório. Por ser mais seco, permite uma harmonização com uma grande variedade de pratos.

Garzon Sauvignon Blanc Reserva – Uruguai (R$ 138)
Assinado por Germán Bruzzone, enólogo chefe da Bodega Garzón, este Sauvignon Blanc capta o caráter e mineralidade do terroir de Maldonado. Aromático, possui ótima acidez e seu final remete a notas de limão siciliano, flores brancas, além de toques herbáceos e minerais.

Saúde!

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )