Olimpíadas 2021: Confira os vídeos com os nossos melhores momentos

Pré_olimpico em Minas-Gerais

Vôlei Feminino

A seleção brasileira feminina de vôlei encerrou sua participação na fase de grupos nos Jogos Olímpicos de Tóquio com uma vitória tranquila por 3 a 0. O resultado
garantiu o primeiro lugar do Grupo A da competição e 100% de aproveitamento. Nas quartas de final o time encara a Rússia.

Ginástica Artística Rebeca Andrade

Foi emocionante e lindo a conquista da ginasta Rebeca Andrade, que se tornou a primeira brasileira a ter uma medalha na ginástica artística. A atleta levou a
medalha de prata no individual geral feminino. Rebeca levou também a medalha de ouro. Com média 15,083 pontos, ela garantiu o primeiro lugar, se tornando
a primeira da ginástica no Brasil a ter duas medalhas em uma mesma edição.

Surfe Ítalo Ferreira

O primeiro ouro do Brasil veio com o surfista ítalo Ferreira (27). A modalidade, vale pontuar, teve a sua estreia nos Jogos. A medalha veio na praia de Tsurigasaki, após uma emocionante disputa na final contra o japonês Kanoa Igarashi, que eliminou o brasileiro Gabriel Medina (27).

Skate Rayssa Leal

Com apenas 13 anos, Rayssa Leal viu o seu nome viralizar entre os brasileiros após ela conquistar a prata no skate street, que assim como o surfe estreou apenas esse ano nos Jogos. Com o pódio, ela se tornou a mais jovem medalhista olímpica do Brasil.

Skate Kelvin Hoefler

O skate também trouxe outra medalha para o Brasil, mas dessa vez foi de Kelvin Hoefler que conquistou a prata na modalidade. Aos 27 anos, ele foi o primeiro medalhista do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Natação Fernando Scheffer

Aos 23 anos e em sua primeira participação em Jogos Olímpicos, o atleta conquistou o bronze nos 200 metros livres. Vale pontuar que o atleta chegou a treinar num açude.

https://ge.globo.com/olimpiadas/video/fernando-scheffer-leva-o-bronze-nos-200m-livre-masculino-na-natacao-dos-jogos-de-toquio-9719467.ghtml

Natação Bruno Fratus

O atleta conquistou a medalha de bronze após completar a prova mais rápida dos Jogos Olímpicos com 21s57. “Finalmente conquistei meu sonho que começou quando
eu tinha 11 anos”, disse ele em entrevista ao SporTV.

Judô Mayra Aguiar

Aos 29 anos, Mayra fez história ao subir no pódio em três Olimpíadas seguidas — Londres 2012, Rio 2016 e agora Tóquio 2020 — e conquistar o bronze nas três vezes.

Judô Daniel Cargnin

Aos 23 anos, o atleta conquistou o bronze e a 23ª medalha da modalidade na história dos Jogos Olímpicos para casa. O bronze ocorreu na categoria peso meio-leve, até 66 quilos, em uma luta tensa, contra o israelense Baruch Shmailov.

https://globoplay.globo.com/v/9716046/

 

 

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )