Viva o golfe

Reprodução/Internet

Neste mês de novembro, tivemos algumas coisas bem interessantes no mundo do golfe profissional principalmente, sejam entre nossos compatriotas ou não. Vamos começar pela luta dos nossos dois melhores jogadores da atualidade, o Rafa Becker e o Alexandre Rocha que estavam disputando no início do mês a última etapa para se conseguir uma vaga para o Korn Ferry Tour, que é o circuito de acesso do PGA Tour. Becker que vinha jogando bem, no último torneio infelizmente não apresentou a sua melhor performance e acabou ficando de fora. Aqui eu queria me juntar aos fãs dele para reforçar como nunca que ele, que é detentor de um jogo de primeira grandeza, não desista, pois, no próximo ano tem mais e você Rafa estará entre os melhores. Já o Alexandre Rocha, que é detentor de um dos melhores swing de golfe que conheço pessoalmente, conseguiu a sua vaga, exatamente porque jogou bem a última etapa, e nós brasileiros poderemos torcer e vê-lo nas etapas em que o Golf Channel televisará na nova temporada. Também gostaria um duplo cumprimento ao Rocha, que além da vaga para o Korn Ferry Tour, mais uma vez foi eleito pelo Comitê Olímpico Brasileiro, o golfista do ano.  Vamos falar dos grandes destaques abaixo, do PGA, do Champions e do LPGA Tour, mas um fato que todos nós gostaríamos de ter presenciado e sonhado conseguir um dia ocorreu no num torneio em Tampa do LPGA, com a jogadora norte americana Austin Earnst que ao fazer um hole in one ganhou um Lamborghini Huracan EVO RWD Spyder, avaliado por R$1,2 milhões, que foi dado em forma de aluguel por dois anos. Eu que não sou fã da cor verde, por questões futebolísticas, também diria o que ela comentou quanto ganhou, “não vejo a hora de dar uma volta com esta belezura”.  Já um golfista chegado me disse que ele “ficaria em cima deste carro a maior parte desses dois anos e ainda acrescentou que ele iria dar umas duas voltas por todos os Estados Unidos. 

PGA TOUR

Reprodução/Internet

O grande destaque dos últimos 30 dias no PGA, a foi a vitória maiúscula do jovem norueguês Victor Hovland, de 24 anos, ganhou em dois anos seguidos o World Wide Technology Championship, fazendo o que os americanos chamam back-to-back, no El Cameleon Mayakoba Golf Course, na Riviera Maya, Mexico. Terminou os quatro dias de jogo -23 abaixo do par, o mais fantástico resultado na sua curta carreira, que em 57 aparições no tour já se sagrou três vezes campeão. E para dar aos leitores a dimensão deste feito, com esta terceira vitória em apenas 57 aparições o faz superar craques como Jordan Spieth, Dustin Jonhson e o Justin Thomas que levaram muito mais tempo para alcançar as três vitórias no tour.  Com este evento tivemos o oitavo torneio da temporada 21/22, vencido por 8 diferentes jogadores, sendo só dois “mais veteranos” o McIlroy e Jason Kokrak, com 32 e 36 anos respectivamente. 

Para nós pobres mortais amadores e amantes do golfe, sentir como uma temporada pode ser sensacional em termos de premiação, coloco a seguir arrecadação do Patrick Cantley, que venceu a Fedex Cup, na temporada 2020/2021. Em prêmios ele arrecadou a importância de US$ 22.638.805, o que representa uma média por torneio que ele participou US$ 984.296, por volta jogada US$ 305.930, por buraco US$ 16.996 e por tacada que ele deu no ano US$4.401. Nada mal!

CHAMPIONS TOUR

Reprodução/Internet

No último dia 14 de novembro, tivemos o torneio final da Charles Schwab Cup, que a versão da Fedex Cup, mas neste caso para o seniors. A vitória do torneio final, foi do  Phil Mickelson, a quarta em seis torneios que ele jogou na sua primeira temporada do Champions Tour, fato que o elevou a se comparar com o monstro sagrado Jack Nicklaus, que teve a mesma performance em sua primeira temporada. E vejam meus caros leitores, que o Phil nestes seis torneios arrecadou a importância de US$ 1.515.543 o que deu um média de US$ 252.591 por torneio jogado. Se foi uma excelente temporada de entrada para Phil Mickelson, quem dirá para o jogador alemão Bernhard Langer, que se sagrou campeão aos 64 anos pela 6ª vez campeão da Charles Schwab Cup, e com um resultado também excepcional na terceira volta do torneio, conseguiu algo que todos os jogadores amadores ou profissionais sonham, jogar abaixo de sua idade, quando ele fez 63.  Todos que acompanham o Champions Tour, estão ansiosos para ver o desempenho do Phil Mickelson, que deve jogar mais vezes na temporada 2021/2022 e ainda, como se comportaram o campeão Bernhard Langer e o Jim Furik, que ficou em segundo na corrida da Charles Schwap Cup. 

LPGA

Reprodução/Internet

O destaque do mês de novembro no profissional feminino, fica com a bela americana Nelly Korda, que aos 23 anos já tem 7 vitórias, é a número 1 do mundo e no último mês de agosto ganhou a medalha de ouro nos jogos olímpicos de Tóquio. Nelly ganhou neste mês o Pelican Women´s Championship em Belair na Florida, num incrível buraco de play off com mais 3 jogadoras Lexi Thompson, Lydia Ko e Sei Young Kim. Nelly Korda se tornou a primeira americana a ganhar 4 vezes na temporada desde Stacy Lewis em 2012. Neste período de quase 10 anos o predomínio das asiáticas foi uma realidade. 

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )