Obstáculos a decisões e ações

"Ainda bem que algumas coisas são decididas em 'modo automático', por meio de filtros baseados em vivências anteriores ou crenças"

Ilustrativa

Você sabia que tomamos, em média, 35 mil decisões por dia? Isso equivale a duas mil decisões por hora ou uma decisão a cada dois segundos! Imagine como nosso cérebro ficaria exausto se cada uma dessas decisões fosse tomada conscientemente! Ainda bem que algumas coisas são decididas em “modo automático”, por meio de filtros baseados em vivências anteriores ou crenças. Você consegue se lembrar de todas as decisões que tomou hoje? Muitas vezes, a maioria delas é tão automática que nem as consideramos verdadeiramente uma decisão. Acreditamos que somente aquilo que foge das nossas escolhas comuns do dia a dia são, de fato, decisões. Mas todas as nossas escolhas, por menores que pareçam ser, são decisões – e toda decisão pode criar um efeito pós-decisão!

Quando conseguimos entender melhor as nossas decisões, conseguimos amadurecer nossa percepção sobre outros assuntos, como autenticidade, julgamentos, polarização… Por isso, decisões podem estar ligadas a diversos outros temas que, muitas vezes, nem nos damos conta. Mas, mesmo com as grandes decisões da vida, às vezes, somos seres muito mais emocionais do que racionais!

Você se observa?
Uma ferramenta que pode ser muito eficaz e poderosa é a do eu-observador. De nada adianta olhar para metodologias de decisão sem analisar o que você está fazendo na sua vida para ter entendimento sobre o que cabe, ou não, para você. É muito bacana consumir conteúdos diversos, mas vale ressaltar que, alguns deles, olham para a média – e você pode ser um ponto fora da curva.  Muitas vezes não estamos olhando para o desafio correto, é importante tomar cuidado e ter atenção sobre o que estamos assumindo. Perguntar-se sobre as dificuldades e limitações de um certo desafio pode ajudar. Podemos assumir coisas que ainda não são reais, assim como podemos assumir outras que já são fatos.

O falso empoderamento
Podemos tomar decisões de um lugar onde nos sentimos empoderadas. Porém, mesmo nesse lugar, podemos não tomar as melhores decisões. O real empoderamento é descobrir algo que ressoa em você, testando em si mesmo e se permitindo excluir aquilo que não funciona. Cada jornada é única e existem milhares de regras criadas por cada um. Muitas vezes não sabemos o que queremos e temos grandes dificuldades em decidir quais são nossas preferências.

Decisões por impulso
Tomar decisões por impulso não necessariamente está ligado a pessoas sem experiência. Por trás das nossas decisões existem confianças e desconfianças, e determinadas situações podem mexer com as nossas estruturas de confiança.

Dica do mês

Título: Plano B
Autor: Sheryl Sandberg
Editora: Fontanar
Preço: R$ 25,10

*PREÇOS PESQUISADOS EM NOVEMBRO DE 2020

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )