Gestão do comportamento

foto: ilustrativa

A gestão comportamental está revolucionando as relações e parcerias nas áreas da beleza e bem-estar, componentes de um dos segmentos que mais cresce no País.

Vamos falar um pouco sobre a gestão do comportamento corporativo e das pessoas que permeiam esse movimento na área da beleza (cabeleireiro, barbeiro, clínica de estética, spa, etc).

Quase todas as empresas, mesmo que sejam automatizadas, têm grande necessidade de entender o comportamento de seus funcionários. Esse movimento se dá por meio dos serviços e do atendimento humano. A gestão torna-se fundamental porque esse é um atendimento pessoal, tópico e clínico. É importante saber gerir o comportamento dos funcionários com os patrões, aquele entre os próprios funcionários e o dos funcionários com os clientes e parceiros. Faz-se necessário alinhar a coletividade e o engajamento com as metas e os objetivos da empresa, principalmente quando esta ainda não tem missão, visão e valores baseados nos princípios que orientem todos esses comportamentos.

POR QUE ENTENDER ESTE PERFIL COMPORTAMENTAL?
O comportamento e as suas referências têm sido estudados há centenas de anos, a fim de que seja possível entender melhor o ser humano, suas necessidades e atitudes.

Estamos diante de um grande desafio na área da beleza e bem-estar, uma das áreas que mais se segmentou nos últimos anos. Passamos por diferentes comportamentos, promovendo uma necessidade de competência e habilidade para gerir os melhores funcionários e parcerias. Trabalhar a gestão de pessoas e suas idiossincrasias é fundamental para criarmos ambiência comportamental e uma relação de confiança. Todos gostam de ser reconhecidos e admira dos pelo que fazem, e há uma procura constante por profissionais comprometidos e capacitados. Desta forma, evitamos o turnover, que podemos chamar nos salões como “a dança das cadeiras” (entrada e saída de profissionais) e assim melhoramos o convívio e o clima organizacional.

Nas relações de parcerias e na gestão comportamental é importante identificar o comportamento das pessoas na empresa, seja remoto ou presencial. Isso é fundamental para o aumento da produtividade e eficácia dos colaboradores. Identificando seus pontos fortes e observando como reagem e lidam em suas competências e relações interpessoais, desenvolvem-se o melhor trabalho, técnica e comportamento.

É muito importante entender o perfil comportamental e a capacidade de este se encaixar na cultura da empresa, ou seja, ter a pessoa certa no lugar certo. Muitas vezes, tem-se um excelente profissional, mas que não possui habilidades interpessoais, provocando assim um clima organizacional que interfere no comportamento da empresa e do negócio.

Quando estou prestando consultoria para salões, por vezes percebo pessoas e equipes desmotivadas e muitas desistências. Esse grau de insatisfação impacta o clima organizacional que afeta diretamente o resultado, a produtividade e a lucratividade do seu negócio.

Segundo Peter Druker, “as únicas coisas que evoluem por vontade própria em uma organização são a desordem, o atrito e o mau desempenho”. Neste sentido, percebe-se a importância de o gestor ter um comportamento ou postura diferenciada, de saber avaliar cada funcionário e as relações interpessoais, ou seja, entender o seu negócio e o comportamento dessas pessoas. Uma empresa, seja jovem ou moderna, tem de conhecer essas informações e levar em conta a importância da gestão comportamental para o sucesso do seu negócio.

por: JORGE EDUARDO – Professor da FGV e Hair Designer

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )