Conta de luz ficará 11% mais cara na Grande SP

Aumento de tarifa da Enel SP foi aprovado pela Aneel, para Barueri, Osasco e região

Reprodução/Internet

A conta de luz vai aumentar mais para o consumidor brasileiro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (29), o reajuste na bandeira tarifária vermelha patamar 2, que passará de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 kWh consumidos. Isso representa uma alta de 52%.

A bandeira vermelha patamar 2 é uma cobrança extra para os consumidores, quando aumenta o custo da produção de energia no país.

Em nota, a empresa afirmou que diante da crise hídrica que o País enfrenta, solicitou à Aneel a aplicação de uma série de medidas para reduzir o porcentual do reajuste, que ficou em torno de 14,7 pontos porcentuais menor do que o previsto inicialmente. Se não fosse a aplicação desses mecanismos, o reajuste teria sido de 24,1%.

Os principais fatores que influenciaram o aumento foram a alta da inflação, já que contratos de algumas distribuidoras, como da Enel SP, são corrigidos pelo IGP-M (Índice Geral de Preços — Mercado), o aumento dos custos com a aquisição de energia, que inclui a Itaipu Binacional, cuja tarifa é afetada pelo câmbio, e o custo com o transporte da energia até a distribuidora.

A empresa afirmou que a parcela que recebe das contas de luz é usada para realizar toda a operação, para manutenção da rede elétrica e para investimentos na expansão e qualidade do sistema de distribuição.

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )