Syrah ou Shiraz?

Imagem Ilustrada

A Syrah certamente origina alguns dos mais cultuados e apreciados vinhos do planeta. Os vinhos produzidos com a Syrah são profundos e encorpados, repletos de notas de especiarias e frutas negras maduras. É uma casta que pode originar vinhos com perfis aromáticos distintos, dependendo do tipo de clima onde é cultivada.

Nas regiões de clima quente, os vinhos de uva Syrah são encorpados e com notas que lembram ameixa e chocolate. Em regiões mais frias, são famosos os Syrahs com notas de pimenta-do-reino e couro. Incrivelmente longevos, os melhores exemplos de vinhos podem evoluir por décadas na adega. Historicamente, os vinhos elaborados com a Syrah eram clandestinamente adicionados aos vinhos de Bordeaux para deixá-los mais encorpados e potentes. 

A uva traz o nome de uma cidade do Irã: Shiraz, também chamada de Syrah. Até pouco tempo atrás, pensava-se que sua origem estava nesta região ao sul dos Montes Cáucasos.

A origem da casta Syrah era controversa até 1998, quando testes de DNA comprovaram que esta variedade se originou de um cruzamento entre as uvas Dureza e Mondeuse Blanche. O cruzamento ocorreu naturalmente há centenas de anos, na região dos Alpes do Rhône – até hoje uma referência para os mais aclamados e disputados vinhos elaborados com esta casta. No Norte do Rhône, os cultuados Hermitage e Côte-Rôtie são os mais aristocráticos exemplos de vinhos elaborados com a uva Syrah.

Verdadeiros clássicos, esses vinhos geralmente demandam vários anos em garrafa para mostrar todas as suas qualidades. Os Saint-Joseph e os mais populares Crozes-Hermitage são alternativas mais baratas e geralmente menos longevas de vinhos, mas que conseguem mostrar o caráter da uva Syrah cultivada no Norte do Rhône. Fora da sua região de origem, a Austrália é o país mais famoso pelos vinhos elaborados com a Syrah. Ali, ela é chamada de Shiraz e os mais famosos exemplos são bastante concentrados e cheios de fruta.

Os melhores vinhos são realmente excelentes, mas o grande sucesso fez surgir alguns rótulos mais comerciais – geralmente um pouco enjoativos, com fruta muito doce e notas exageradas de carvalho. Esses vinhos de uva Syrah prejudicaram um pouco a imagem que o vinho australiano gozava até há pouco tempo. Mesmo assim, os melhores Syrahs da Austrália estão entre os grandes vinhos clássicos do Novo Mundo e merecem ser provados. 

Recentemente diversos países têm produzido vinhos tintos de classe mundial com a Syrah, atestando o grande potencial da casta. Além da França e Austrália, podemos certamente citar Itália (Sicilia), Portugal (Alentejo), Chile, África do Sul, Estados Unidos e Argentina. Os vinhos produzidos com a casta Syrah são uma excelente opção para acompanhar carnes de caça como uma bela costela de javali ou carnes vermelhas assadas ou grelhadas, massas com ragu de carne e queijos amarelos.

O lado de especiarias tão comum da Syrah obviamente pode e deve ser explorado nas harmonizações. Uma opção interessante, por exemplo, pode ser um pappardelle com ragu de carne temperada com alguma especiaria marcante, como zimbro, por exemplo, ou noz moscada.

Vinhos sugeridos:

Down Under Shiraz 2018 – Austrália – R$ 109

Abbotts & Delaunay – Les Fruits Sauvages – Syrah 2018 – França  – R$ 149

Arboleda Shiraz 2017 – Chile – R$ 199

Saúde! 

Dúvidas e sugestões: sidnei@tonel55.com.br | Tel.: (11) 99175-7799 | www.tonel55.com.br

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )