Sema distribui papa-pilhas em pontos estratégicos para descarte responsável

Divulgação

Nesta terça-feira (dia 13), a Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri (Sema) distribuiu cinco recipientes conhecidos como papa-pilhas em locais estratégicos da cidade para viabilizar o descarte responsável desse tipo de dispositivo. Os locais contemplados são os parques municipais Dom José (Vila Porto/Boa Vista), Ecológico  (Alphaville) e Taddeo Almeida Cananéia da Silva (Pq. Imperial), Viveiro Municipal e Senai.

Eles têm por objetivo receber pilhas e baterias pequenas, descartadas após o uso em aparelhos eletrônicos, para que sejam encaminhadas posteriormente à reciclagem e, com isso, evitar a contaminação do solo e dos lençóis freáticos. Esse tipo de dispositivo é composto por metais pesados, como chumbo, mercúrio, níquel e cádmio que, além de altamente poluentes, causam danos à saúde.

Outros setores da municipalidade já possuem esses recipientes, como a própria Sema, a Câmara Municipal, as Secretarias de Serviços Municipais (SSM), Assistência e Desenvolvimento Social (Sads), Suprimentos, o Ganha Tempo, o Paço Municipal, o Parque da Maturidade, o ITB do Jardim Paulista e o CRAS do Jardim Silveira.

O coordenador municipal para coleta seletiva da Sema, Geovane Bassan, conta que, no futuro, a intenção é atender novos órgãos da municipalidade com os recipientes coletores. “A ideia é que todas as unidades do ITB, demais secretarias e outros pontos de circulação de pessoas, como terminais de ônibus, por exemplo, recebam os papa-pilhas, expandindo a rede de coleta desses materiais”, diz.

Após os papa-pilhas atingirem sua capacidade máxima, as pilhas e baterias são encaminhadas para a SSM, que, por sua vez, repassa a uma empresa especializada que faz o tratamento correto dos resíduos e o descarte seguro dos materiais.

Essa prática vem ao encontro da Resolução 257 do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente), que determina aos fabricantes inserirem nos rótulos de seus produtos dados sobre o risco do descarte incorreto de baterias e pilhas no lixo comum. Ela cumpre também o que determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) de 2010, que incentiva a prática de logística reversa junto às empresas, governos e consumidores no encaminhamento desses materiais aos fabricantes, além de cooperativas e instituições de catadores de materiais recicláveis.

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )