Peixe com vinho branco e carne com tinto?

Divulgação

Este tema gera sempre muitas dúvidas e discussão. Mas a pergunta é recorrente.

Para diminuir a chance de erros eu diria que sim, essa regra é com certeza mais assertiva.

No entanto o seu paladar é imperativo. Se você faz questão de tomar vinho tinto com peixe, ou branco com carnes não há problema, mas é importante entender algumas pequenas regras para que a sua experiência seja a mais deliciosa possível.

Hoje, a grande diversidade de vinhos de qualidade, aliada a uma gastronomia cada vez mais rica e variada gera um potencial de combinações e interpretações enorme, onde nem sempre Chefs, Enólogos, Sommeliers e Enófilos estão de acordo.

Há peixes que combinam muito bem com brancos ou tintos, normalmente aqueles de sabor e textura mais fortes como o salmão, atum, anchova, sardinha e o bacalhau, este aliás, é um capítulo à parte e merece um artigo só para ele. 

Mas atenção ao molho: temperos orientais à base de shoyu, com sabores mais cítricos, picantes ou agridoces, certamente combinarão melhor com um branco.  Se o molho for à base de tomates e azeitonas, um tinto poderá harmonizar muito bem.

A escolha da uva também influencia muito. Neste caso escolha tintos mais leves como por exemplo um Pinot Noir, um Barbera ou um tempranillo mais evoluído.

Eu particularmente adoro brancos, e já acho menor o risco de grandes erros quando a escolha for vinho branco para acompanhar carnes. Carnes de aves, suínas e vitela ficam perfeitos quando acompanhados de um branco mais encorpado como por exemplo um Chardonnay com algum estágio em barrica. Uma maravilha!

Um exemplo de harmonização clássica em Portugal, o famoso leitão à Bairrada com um espumante brut, que não deixa de ser um vinho branco com boa acidez e frescor. Simplesmente dos Deuses!

Claro, atenção sempre aos temperos que devem ser mais leves nestes casos.

Se, por um lado, há quem avalie e queira fazer a harmonização mais técnica baseando-se nas características intrínsecas do prato e do vinho, outros o fazem baseando-se na intuição e gosto pessoal. Uns procuram um vinho para um determinado prato, outros escolhem primeiro o vinho, pensado qual o prato que melhor combina com esse vinho.

Lembro novamente que estas são regras básicas e que o mais importante é o seu paladar, e beber naquele determinado momento o vinho que te der vontade. O único jeito de descobrir é experimentar.

Saúde!

Vinhos sugeridos:

Gavignano Toscana – um Chardonnay persistente e intenso com notas de frutas brancas, de paladar rico e elegante. Fica ótimo com carnes brancas. (R$ 89)

La Vielle Ferme Rouge – Elegante, com taninos finos e final de boca equilibrado e fresco. (R$ 130)

Dúvidas e sugestões: sidnei@tonel55.com.br | Tel.: (11) 99175-7799 | www.tonel55.com.br

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )