Pane no whatsapp e facebook! Sua empresa está preparada?

Divulgação

A queda do whatsapp, instagram e facebook por uma funcionária da empresa demonstra a possível vulnerabilidade para empresas, marcas e pessoas em pleno século 21. O velho e bom sms voltou a bombar, com aumento em 50% no tráfego de mensagens. Como se tivesse acabado a luz e a alternativa são as boas e velhas velas. Assim como a televisão considera 80% dos aparelhos ligados nos lares por alguma falta de energia elétrica ou simplesmente aparelhos desligados no Brasil, essa inconsistência nas plataformas digitais deve ser considerada. Chamamos de audiência líquida. Milhões de posts por influenciadores não foram entregues, social commerce não funcionou e milhões de reais e dólares foram desperdiçados. Como ressarcir as empresas, empresários e pessoas físicas que dependem das três plataformas para ganhar dinheiro e movimentar seu negócio? Eis a questão. A métrica de compensação de falhas no break da televisão tem que valer também para as redes sociais e digitais, uma vez que milhões de mensagens comerciais e publicidade não foram entregues, ainda mais próximo ao quinto dia útil do mês, em que as pessoas têm salários e dispostas a consumir produtos e serviços online. Essas instabilidades causadas e ocasionadas por erro humano devem ter um entendimento de compensação prévia a anunciantes, marcas, agências e pequeno empresário que dependem delas para seu negócio. Vale a reflexão que é, sem dúvida, pertinente.

Hoje o pequeno comerciante, prestador de serviço depende deste setor privado.

Primeira dica é não colocar seu negócio 100% dependente do whatsapp, facebook e instagram. Tenha conta comercial também na Amazon, Shopee, Mercado Livre para acessar seus clientes fácil e rapidamente. Não colocar todos os ovos numa única cesta vale pra essa premissa e entendimento também.

Sua relação comercial construída em anos de trabalho não pode ficar à mercê das plataformas digitais apenas. O olho no olho e tête-à-tête também continuam sendo formas eficazes de pontos de contato com seus consumidores.

A premissa nos negócios de produzir, entregar e receber devem continuar valendo, independente dos canais digitais.

Vale então a dica: diversifique seus canais de venda e relação comercial, abra sua loja e ponto de venda em todas as plataformas de e-commerce, construa e mantenha ativos seus canais de comunicação com seus clientes. Vale até o sms, email marketing, telegrama, para comunicar uma promoção, novidade, novo produto. E fazer a roda continuar girando pro seu negócio.

Viva o seu negócio intensamente.

E Boas vendas !

Paulo Leal

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )