O Homem mais Inteligente da História

"O psiquiatra e cientista Marco Polo é desafiado a estudar o intelecto de Jesus sob parâmetros científicos, como habilidade de lidar com perdas e frustrações, resiliência, autocontrole e capacidade de proteger a emoção"

Lancei esse livro em 2016, após 15 anos de estudos e pesquisas sobre gestão da emoção. Considero esse romance uma obra vital de minha carreira, e, além de ser best-seller, ganhou uma adaptação para os teatros. A estreia nacional será em Porto Alegre e está prevista para o segundo semestre no Teatro do Sesi.

Provavelmente fui mais cético e crítico do que os grandes ateus da história, como Marx, Nietzsche, Diderot, Freud e Sartre.  Ao produzir uma das poucas teorias da atualidade sobre o funcionamento da mente e o processo de formação de pensadores, tornei-me, há muitos anos um ateu científico, enquanto a maioria dos ateus notáveis foi, na realidade, composta de antirreligiosos.

Apesar dos meus limites, resolvi estudar de forma detalhada a mente do personagem mais famoso da História sob critérios psicológicos, psiquiátricos, psicopedagógicos e sociológicos. Esperava, ao estudar a personalidade de Jesus, encontrar uma inteligência comum, pouco criativa, pouco analítica, pouco instigante, sem gestão da emoção, ou então um “herói” mal construído por galileus. Entretanto, fiquei perplexo. Tornei-me um ser humano sem fronteiras. O resultado dessa prolongada pesquisa compõe a obra O Homem Mais Inteligente da História, que será constituída de vários volumes. Creio que, se não tivesse 30 anos de experiência como pesquisador e profissional de saúde mental – com mais de 20 mil atendimentos –, não teria condições de escrevê-la. Todavia, a fim de ter mais liberdade para expressar meu processo de produção de conhecimento, preferi redigir a obra em forma de romance.

A jornada de Marco Polo
O psiquiatra e cientista Marco Polo é o protagonista. Durante uma importantíssima conferência promovida pela ONU em Jerusalém, para discutir o futuro do planeta Terra, ele é desafiado a estudar o intelecto de Jesus sob parâmetros científicos seríssimos, como habilidade de lidar com perdas e frustrações, resiliência, autocontrole, capacidade de proteger a emoção, bem como ferramentas para formar mentes brilhantes. Marco Polo descobrirá que ele mesmo, as ciências humanas e todas as religiões erraram dramaticamente em não ter estudado Jesus em termos científicos.

A inteligência de Jesus
A mente do mais famoso personagem de todos os tempos é muito pouco conhecida, até mesmo pelos bilhões de seres humanos das mais diversas religiões que o admiram… Com a avalanche de estímulos estressantes que viveu desde a infância, Jesus tinha muitos motivos para sofrer de depressão e de ansiedade. Mas ele geriu sua emoção? Desenvolveu uma saúde mental sólida? Teve autocontrole nos focos de tensão? Como educador, tinha tudo para fracassar, pois escolheu um time de jovens com vários transtornos de personalidade e que só lhe davam dor de cabeça. Mas, como conseguir transformar pedras brutas em obras de arte? Ele teve êxito? O mundo comemora o nascimento de um menino cuja personalidade não conhece e não sabe como se formou. Surpreendi-me muitíssimo com essa análise e, provavelmente, muitos ficarão surpresos e até perplexos ao ler essa obra. Julgue por si mesmo!

Dica do mês

Título: Livro: O Homem Mais Inteligente da História
Autor: Augusto Cury
Editora: Sextante | Preço: R$ 39,90

 

*Preços pesquisados em fevereiro de 2020

Assista às aulas de gestão da emoção do dr. Augusto cury. Descubra como ser líder de si mesmo e transforme dias difíceis em capítulos nobres da sua própria história!

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )