Como incluir ESG em pequenas e médias empresas

Divulgação

A cada dia mais ouvimos falar nesse assunto que ganhou holofote nacional em 2020, sigla originária da língua inglesa, é a abreviação dos termos Environmental, Social and Governance (traduzindo para a língua portuguesa, Meio ambiente, Social e Governança). Juntos, os três aspectos representam a materialização do conceito de sustentabilidade – a sociedade civil e o universo corporativo atentando ao impacto de suas ações e visando ao desenvolvimento sustentável, que segundo a ONU, é aquele que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades.

Ambiental: se a empresa minimiza seus impactos ambientais e se preocupa com questões como emissão de CO2, eficiência energética, descarte do lixo, uso da água, preservação do meio ambiente, etc.

Social: se a empresa respeita os direitos dos colaboradores, cuida da segurança do trabalho, promove o bem-estar no ambiente de trabalho e contribui com a comunidade

Governança: se a empresa adota as melhores práticas de governança corporativa, como ter um conselho diverso, praticar a transparência na prestação de contas, combater a corrupção e priorizar a ética.

Divulgacão

A prática é tendência no Brasil e no mundo, mas não está delimitado apenas às grandes empresas, os pequenos e médios negócios também podem implementar esse conceito.

Ainda que a empreendedora não esteja buscando investimentos de fundos, estudos mostram que, ao pensar as decisões de negócios a partir desta perspectiva, as empresas geram mais valor para todos os stakeholders, são mais lucrativas e aumentam a condição da empresa de superar crises, como a da pandemia.

Quando fundei o Grupo Projeto Figital em 2001 não existia a ESG, mas eu sempre tive um desejo no meu coração de fazer uma empresa que fosse boa para o mundo, hoje estamos bem alinhados em relação a diversidade, equidade e inclusão, temos nos nosso time 60+, negros, Lgbtqa+, mulheres na liderança, somos um time bastante plural e um dos nossos principais clientes é a RM Consulting da Rachel Maia, líder em ESG e diversidade no país, nós vivemos diariamente a cultura da equidade, e de como ajudar nossos clientes a também exercerem dentro de suas empresas, na nossa área que é organização de eventos e experience, sempre Internamente, tratamos a filosofia ESG de forma transversal, é um assunto prioritário para todas as áreas, que devem pensar sua atuação a partir do nosso propósito de ser um grupo que comunica inclusão, diversidade e sustentabilidade. Trabalhamos nos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU e adotamos 10 temas para serem trabalhados por nós, em nossas rotinas, processos e entregas. 

Trabalhamos com métricas para atingirmos os resultados, alguns exemplos de métricas implementadas são desde a quantidade de itens sustentáveis até interpretação de libras incluídas nos projetos, além de oferecer a opção para cada cliente em obter um relatório de impacto. Mensurar é um dos caminhos para a mudança e muitas vezes um desafio também. Atualmente medimos e categorizamos nossas ações com base nos critérios ESG.

Aqui trago um exemplo simples de manter o olhar para a diversidade e acessibilidade: sempre temos um tradutor de libras nos eventos online. E se o cliente nos diz que não há surdos em sua audiência, é nossa oportunidade de provocar a reflexão: será que não deveria ter?

. Nosso diferencial é garantir a diversidade, inclusão e sustentabilidade em todas as ações para nossos clientes e essa premissa se manteve.

E para você que deseja iniciar nessa jornada sugiro que;

  1. Tenha visão interna:observe sua jornada até aqui, leia e reflita do quanto sua empresa já contribuiu com algum critério ESG. As PMEs já praticam muitas ações, mas não estão sendo documentadas.
  2. Tenha uma embaixadorae nomeie alguém para fazer a curadoria dos registros da sua empresa, podendo ser até você mesmo. Agora que você tem consciência da ESG, nomeie arquivos com critérios, crie pastas e organize as informações aos poucos;
  3. Faça acontecer, empreendedorismo é a arte de ousar e não ficar esperando o cenário ideal para consolidar a ESG na prática, teste e valide os resultados.
  4. Seja ousada, comece com os recursos que você tem acesso.
  5. Seja segura, pois sua empresa já impacta a vida de muita gente e você está agora enxergando o seu potencial regenerativo.
  6. Seja corajosa, teste e erre, porque você também vai acertar e, com isso, fazer a diferença no mundo!

Sucesso sempre,

@tatyaneLuncah

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )