Atletas de Barueri são convocados para seleção brasileira de vôlei sentado

Divulgação

No último dia 17 de janeiro, a Confederação Brasileira de Vôlei para Deficientes (CBVD), cuja sede é em Aracaju (SE), enviou um ofício à Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD) convocando dois atletas de Barueri para participar de uma semana de treinamento de jovens e de base das seleções masculina e feminina de vôlei sentado.

As surpresas não ficaram por conta de serem de Barueri, que já revelou vários atletas, e sim pela precocidade: Isaac Bergamin Félix tem apenas 14 anos. Ele treina quatro vezes por semana na SDPD (duas horas diárias), mas ainda não disputou qualquer torneio.

Já Esther Stephanie Forastiero Batista, de 23 anos, joga desde os 12. Já passou por clubes como CPSP (Clube dos Paraplégicos de São Paulo), Sesi e pela seleção brasileira. Ela chegou a morar um ano em Suzano para se dedicar exclusivamente ao vôlei sentado.

Os treinamentos de jovens e de base das equipes masculinas da seleção brasileira ocorrem de 6 a 13 de fevereiro, e as das equipes femininas, de 13 a 20 de fevereiro, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro (CTPB), em São Paulo.

Carlos Roberto da Silva, o professor Carlinhos, titular da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que também joga no time de vôlei sentado de Barueri, recebeu a notícia com muita satisfação: “sugeri à CBVD a criação de uma categoria Sub-23 para ‘fazer sombra’ aos atletas consagrados. Acreditamos que aumentará a motivação de todos”, declara.

Adriana Maria de Sá Leal, diretora de Esportes Adaptados, afirmou: “a Esther é uma realidade no esporte; o Isaac tem muito potencial. Acreditamos que ele poderá se desenvolver. Isaac concorda: “estou muito animado com essa semana de treinamento. Espero em breve estar jogando com os craques de Barueri”, revela.

“Estou muito feliz com essa nova convocação”, conta Esther. “O convite que Barueri me fez para jogar me reanimou”, continua a ponteira/armadora, que trabalha com o pai na empresa dele em Taubaté. “Ele é meu maior incentivador”, complementa.

Barueri formadora
Tiago, Leandrinho, Leandrão e Giba (melhor jogador brasileiro). Sabe o que há em comum entre esses craques do vôlei sentado do Brasil? Todos passaram pelas quadras de Barueri. “Somos formadores de atletas dessa modalidade. Muitos se destacam e recebem propostas para jogar em clubes que têm uma estrutura melhor (Sesi, por exemplo)”, revela o prof. Carlinhos.

A equipe masculina de vôlei sentado de Barueri está entre as quatro melhores do Estado de São Paulo e a feminina, recém-formada, já foi terceiro lugar no Campeonato Paulista e quarto no Brasileirão de 2021.

A fim de atrair novos talentos para a modalidade, a SDPD promoverá seletivas para pessoas com deficiência de 7 a 50 anos no período de 7 a 28 de fevereiro. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet. Clique AQUI para mais informações.

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )