Amor

Reprodução/Internet

Há muitos anos eu falo sobre relacionamento, e ainda se precisa falar muito sobre isso, as pessoas ainda têm muitas questões e muitos medos. 

O ano de 2020 foi um ano muito difícil para os relacionamentos, foram muitas provações, muitos problemas: convívio extremo, instabilidade financeira, incerteza de futuro, medo da morte… Mas se vocês olharem as redes sociais, verão que, apesar de tudo, alguns relacionamentos resistiram, mais fortes do que nunca, casaram, tiveram filhos.

E quantos se formaram? Muitos. E qual a diferença entre eles e os que acabaram? 

As pessoas envolvidas, este é o diferencial.

Muita gente ainda se contenta com o amor pequeno, o amor egoísta, o amor que controla, imaturo e que priva o outro. Elas não entendem que elas têm que buscar o amor grande, que altruísta, que é empático e que se doa sem procurar retribuição. 

O primeiro passo para elas construírem isso é se amarem. Pois, só depois de se amar de forma plena você está preparado para dar e receber esse amor grande. 

Quando aprendemos a nos amar, entendemos que a nossa prioridade é a gente e a do outro e ele mesmo. Isso não é egoísmo, é apenas você entendendo que a sua saúde física e mental dependem apenas de você. E que você não pode nunca pode prejudicar o outro, mesmo que sem intenção.

Visto que o amor, verdadeiro e maduro, ele não danifica, não perturba e nem destrói, ele só acrescenta e edifica. 

Ser a sua prioridade é entender o momento de trabalhar, de amar e de se cuidar. É compreender que você é a única pessoa responsável pela sua felicidade, sucesso e prosperidade. E saber isso só irá te fazer mais apto para estar em um relacionamento pleno e feliz. 

Você nunca irá se contentar com o amor pequeno porque sabe que tem muito mais a oferecer e graças a isso merece muito tudo de bom que um relacionamento pode oferecer.

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )