Alergia ao ovo e possíveis substituições em receitas

Imagem Ilustrativa

Hoje em dia é muito comum você escutar pessoas falando que tem alergia e/ou intolerância a algum alimento. Existe a alergia ao glúten, ao leite, ao amendoim, aos crustáceos, às castanhas, ao ovo, intolerância à lactose, hipersensibilidade ao glúten… vários são os alimentos que podem causar alergias e o ovo é um deles. 

A alergia alimentar é uma reação do sistema imunológico (nosso sistema de defesa), contra proteínas presentes em um alimento, mas que são reconhecidas como “corpo estranho” no nosso organismo. O ovo é composto pela clara e a gema. A clara é a que contém mais proteína e por isso é mais alergênica do que a gema.
As principais proteínas reativas do ovo estão presentes na clara e são ovoalbumina, ovomucóide e conalbumina.

Na maioria dos casos, a reação alérgica ocorre até duas horas depois da ingestão do ovo ou algum alimento que tenha ovo na sua composição. Entre elas, estão:

  • Reações cutâneas: urticária, prurido, dermatite atópica, angiodema, hiperemia e eritema perioral
  • Reações gastrintestinais: edema e prurido de lábios, língua e palato, náuseas, vômitos, cólica e diarreia imediatos
  • Reações respiratórias: coriza, prurido nasal, espirros, hiperemia e prurido ocular, broncoespasmo agudo, tosse e edema de laringe e
  • Reações sistêmicas: anafilaxia com hipotensão e choque

Mas também podem ocorrer sintomas tardios e, nesse caso, as manifestações ocorrem horas, dias ou até semanas após a ingestão do alimento. Eles ocorrem principalmente no aparelho gastrointestinal, como refluxo, diarreia, vômitos e presença de muco ou sangue nas fezes.

Pessoas que tem alergia ao ovo devem excluir qualquer tipo de ovo de qualquer animal e toda e qualquer preparação que contenha ovos. Além disso, deve-se ficar atento a lista de ingredientes dos alimentos industrializados, pois o ovo ou componentes do ovo podem vir com diversos nomes, como: ovo em pó desidratado, clara de ovo, clara em pó, gema de ovo, albumina, lecitina de ovo e muitos outros!!

Mas você sabia que é possível substituí-lo, e que fazer isso é muito mais fácil do que você imagina?

Imagem Ilustrativa

Formas de substituir o OVO:

Para umidificar:
1 ovo = 1/4 de xícara de purê de banana;
1 ovo = 1/3 de xícara de purê de maçã;
1 ovo = 1/3 de xícara de purê de abóbora.

Para ajudar no crescimento:

1 ovo = 1 colher de sopa de vinagre + 1 colher de sopa de fermento em pó;
1 ovo = 2 colheres de sopa de água+ 1 colher de sopa de óleo + 1 colher de sopa de fermento.

Para dar liga:
1 ovo = 1 colher de sopa de semente de linhaça + 3 colheres de sopa de água (misture e deixe descansar por 30 minutos até que fique espessa – pode deixar sabor residual semelhante à nozes);
1 ovo = 1 colher de sopa de semente de chia + 3 colheres de sopa de água (misture e deixe descansar por 30 minutos até formar um gel).

Para levedar e dar liga:
1 ovo = 1 colher de sopa de gelatina sem sabor + 3 colheres de sopa de água morna.

Lembrando que essa dica também serve para quem é vegano ou tem quaisquer outros motivos para evitar o consumo desse alimento.

Site: www.geracaoprime.com.br | E-mail: contato@geracaoprime.com.br
CRN3: 55355
WhatsApp Consultório: (11) 93414-9809 | @nutri.thalitacardoso

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )