A importância do contato mamãe e bebê no pós-parto

Reprodução/Internet

O contato entre mamãe e bebê no pós-parto é mais que um momento mágico. É nesse instante — não à toa chamado de Golden Hour — que vários benefícios de curto, médio e longo prazo são transferidos ao bebê recém-nascido. Essa é uma das horas mais importantes e cruciais durante a transição de um bebê do útero para o mundo exterior. Essa primeira hora deve ser um momento em que o bebê e a mamãe não sejam incomodados para que possam se relacionar. 

Há muitos benefícios em ter esta primeira hora após o nascimento. E é sobre eles que falamos no artigo a seguir. Vamos conferir?

O contato pele com pele

Ainda vemos muitos casos em que assim que o bebê nasce, a equipe de enfermagem o leva para uma sala ao lado, onde ele será limpo, pesado, medicado, entre outros procedimentos. Mas se o bebê nasce saudável, não há necessidade de pressa. Isso pode aguardar uma hora e ele deve ser entregue à mamãe, para que ocorra o contato pele com pele.

Esse contato crucial tem vários benefícios à saúde. Como um bebê não consegue regular sua temperatura tão bem quanto uma criança mais velha, o contato pele a pele imediatamente após o parto pode ajudar seus pequenos corpos a se regularem com a ajuda da mãe.

O contato na primeira hora reduz o risco de hipoglicemia, regula a temperatura do bebê e controla sua respiração. Lembre-se: os bebês vêm de um ambiente perfeitamente controlado por eles durante nove meses. Estar no mundo real é um choque para seus sistemas.

O momento da amamentação

Na década de 1980, pesquisadores e médicos descobriram o que hoje chamamos de “rastejamento mamário”, ou breast crawl. Isso ocorre quando um bebê é colocado sobre o estômago nu da mãe e instintivamente rasteja em direção ao seio para mamar.

É incrível como estamos programados para fazer isso, e é ótimo encorajar esse comportamento. Ele pode ter um impacto profundo na progressão da amamentação natural a curto e longo prazo.

Além disso, esse primeiro contato mamãe e bebê no pós-parto sem perturbações é crítica quando se trata de amamentação natural, instintiva e conduzida pelo bebê. Também pode ajudar a mãe a ter mais facilidade e sucesso com a amamentação no futuro.

O apego cresce na primeira hora

Finalmente, o importante vínculo de apego entre a mãe e o bebê é formado nos primeiros momentos após o parto. O bebê passará a primeira hora conhecendo sua mãe. Eles vão olhar para o rosto da mãe, cheirar seu perfume, sentir sua pele contra a deles e ouvir o som de sua voz. E cabe as mamães fazerem o mesmo com eles.

O que essa ligação íntima faz é promover a produção de ocitocina para você e para o bebê, o que promove o comportamento materno e estimula o afeto indispensável para o bebê. 

Como você acompanhou, a Golden Hour traz inúmeros benefícios tanto para a mamãe quanto para o bebê.

Site: www.geracaoprime.com.br

E-mail: contato@geracaoprime.com.br

CRN3: 55355

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )